Tudo o que você precisa saber sobre ser esteticista

por Lívia Nogueira em 02/02/2021 ⇠ Veja outros Posts

No post de hoje veremos o que é preciso para ser Esteticista, uma área que está sempre em constante crescimento, tendo em vista a vontade de manter a auto estima e bem estar em alta que os pacientes têm.

Até o ano de 2018, as profissões de Esteticista (que abrangem Esteticistas, Cosmetólogos e Técnicos em estética, onde os dois primeiros são de nível superior e o terceiro de nível médio) ainda não eram regularizadas. Em abril do mesmo ano isso mudou e despertou ainda mais a vontade de empreender em muita gente.

O que é preciso para ser esteticista? É preciso conhecer melhor sobre a área de atuação, regulamentação da profissão, o que é permitido ou não que um esteticista faça, legislação que permeia a profissão, deveres que cercam a profissão de esteticista, curso necessário para exercer o ofício e mais!

estética

A lei nº 13.643 foi publicada em 3 de abril de 2018 a fim de regulamentar o exercício das profissões de Esteticista e passou a valer a partir do dia 4 de abril daquele ano. 

Além de regularizar a profissão, a lei tem também o intuito de preservar as competências de todos os demais profissionais envolvidos na área de estética como, por exemplo, médicos, fisioterapeutas dermato funcionais, biomédicos e esteticistas.

O que é preciso para seguir a profissão?

Ao se tratar dos Técnicos em Estética, é preciso que haja uma comprovação de formação técnica prévia ou, ao menos, que apresentem experiência por no mínimo 3 anos na profissão até a data de publicação da lei mencionada acima.

Já no caso de Esteticistas e Cosmetólogos, é necessário ser graduado em nível superior em instituições regulares de ensino em nível nacional. Se o caso for de instituição estrangeira ou profissionais estrangeiros, é preciso que a instituição seja reconhecida pelo Ministério da Educação e o diploma seja revalidado no Brasil.

Para ser um profissional da beleza e bem-estar há diversas faculdades que oferecem o curso de bacharelado ou tecnólogo. É possível encontrar perfis ligeiramente diferentes, que focam mais nos tratamentos (Estética e Cosmética) ou apresentem foco maior em Marketing (Cosmética e Imagem Pessoal). Ambos costumam existir nas modalidades presencial e EAD (ensino a distância).

Algumas das disciplinas que fazem parte do currículo dos cursos são Nutrição, Fisiologia, Anatomia e Farmacologia, mais generalistas, mas necessárias para ajudar o aluno a entender o funcionamento do organismo humano e entender processos como, por exemplo, o envelhecimento e a recuperação de lesões da pele.

Dentre as disciplinas mais específicas estão: 

  • Dermatologia

  • Cosmetologia (estudo de produtos cosméticos)

  • Massagem

  • Tricologia (estudo dos cabelos)

  • Eletroterapia (terapia através de aplicação de correntes elétricas)

  • Visagismo (estética e proporções faciais)

São cursos que oferecem muitas disciplinas práticas, além de diversas atividades em laboratórios. A opção de formação em bacharelado tem duração de 4 anos, enquanto o curso tecnólogo costuma durar 3 anos.

 

O que pode e o que não pode ser feito na profissão de esteticista?

O que pode?

Por ser bem ampla a possibilidade de áreas de atuação, é importante salientar o que é permitido ao profissional. Acompanhe com a gente!

  • É permitido ao profissional em estética atuar no tratamento de embelezamento facial, corporal e capilar

  • É permitido trabalhar em locais onde possa auxiliar nutricionistas, dermatologistas, fisioterapeutas e cirurgiões

  • É permitido o auxiliar os pacientes em tratamentos pós-cirúrgicos ou que sofreu algum tipo de queimadura

O que não pode?

Bem como as permissões, há alguns fatores necessários de ressaltar do que não é permitido aos profissionais de estética:

  • É proibido ao profissional anunciar cura de enfermidades na pele dos pacientes

  • É proibido utilizar títulos que não lhe cabem ou que não tenha especialidade habilitada

  • É proibido praticar atos de deslealdade com colegas de profissão

  • É considerado falta de ética aceitar o emprego de um colega que foi dispensado injustamente

  • É proibido injetar substâncias nos pacientes, realizar cirurgia ou preserver medicamentos

  • É proibido infringir as condutas do código de ética, podendo responder às penas cabíveis do órgão fiscalizador

Deveres da profissão

Como toda profissão, os esteticistas têm também os seus deveres, que permeiam muito ao redor da higiene e treinamentos constantes para se manterem atualizados.

Caso seja utilizada uma cabine, o profissional precisa higienizá-la cuidadosamente e com frequência, bem como os materiais também. Todo material precisa ser descartável ou, caso não seja, é obrigatória a esterilização para que não cause nenhum dano ao cliente. Importante se atentar também ao bom funcionamento dos equipamentos, sejam eletrônicos ou não, que precisam estar em perfeito estado e de acordo com as normas do Ministério da Saúde.

Se manter atualizado e em constantes treinamentos é de extrema importância, visto que o mercado está em constante mudança e adaptações, assim como surgimento de produtos e técnicas utilizados que podem aperfeiçoar os tratamentos. Com isso o cliente nota e valoriza mais a qualidade dos serviços prestados.

Uma dica importante é sempre atestar ao cliente o registro de presença em cada sessão, seja qual for o tratamento. Assim, caso ele não compareça a alguma delas o resultado pode não sair como combinado num determinado tempo e com isso você tem como argumentar o motivo.

Outra questão importante é recomendar quais os cuidados externos que são necessários ao terminar o procedimento, para que o tratamento seja eficaz e rápido como esperado por você e pelo cliente.

Mercado de trabalho 

É grande o interesse das pessoas por bem-estar e beleza e, com isso, o mercado vem crescendo bastante. Os avanços tecnológicos são muito dinâmicos e auxiliam na ampliação dos mais diversos tratamentos, impulsionando assim cada vez mais o aquecimento do ramo de estética.

Uma observação pertinente é analisarmos o aumento da expectativa de vida, pois isso tem contribuído bastante na busca cada vez maior por este profissional, para que tratamentos estéticos possam auxiliar em retardar os efeitos do envelhecimento na pele.

Dentre as áreas de atuação de um esteticista há 8 que se destacam. São elas:

  1. Estética corporal e massagem: com cremes e aparelhos, geralmente voltado para perda de medidas e melhoria no aspecto da pele

  2. Estética facial: visa melhoria do aspecto da pele, prevenção de acne, prevenção do envelhecimento e evitar linhas de expressão

  3. Terapia capilar: prevenção da calvície e tratamento dos fios

  4. Podologia: estética, tratamento de doenças, calos, unhas encravadas, cuidado com a pisada nos pés, etc

  5. Depilação

  6. Consultoria: consultor de cosméticos e equipamentos de estética

  7. Estética pré e pós-cirúrgica: quando indicado pelo médico cirurgião, auxilia no tratamento e ameniza efeitos colaterais

  8. Visagismo: definição de cortes de cabelo, coloração, penteados e até maquiagens adequadas a cada pessoa de acordo com suas características físicas

Além da possibilidade de empreender abrindo seu próprio negócio, há também diversos lugares que contratam profissionais da área como, por exemplo, clínicas e centros de estética, hotéis e resorts, centros médicos, indústrias, academias, salões de beleza e SPAs. Caso não queira lidar pessoalmente com clientes, é possível também optar pela realização de pesquisas na área ou pela carreira acadêmica, lecionando em cursos técnicos e faculdades.

Segundo o guia de profissões Catho, a média salarial do profissional de estética é de R$ 1116,24, mas em profissionais autônomos este valor pode variar bastante, podendo ir além dos R$ 10000,00 em meses com maior número de atendimentos.



Esse foi o nosso conteúdo de hoje. E lembre-se que o NeritClin, o sistema de gestão de clínicas de estética mais completo do mercado, pode te ajudar desde o início das atividades da sua empresa. 

Você pode pedir uma demonstração gratuita para um de nossos especialistas e, assim, entender melhor as vantagens da nossa plataforma.

Para não perder nada do que a gente escreve por aqui, assine a newsletter e acompanhe as nossas redes sociais. Até a próxima! :)

 

Lívia Nogueira

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar