Quais tratamentos que um esteticista pode fazer?

por Lívia Nogueira em 09/04/2021 ⇠ Veja outros Posts

Após saber o que é preciso para entrar no mercado de estética e se trabalhar com estética dá dinheiro, veremos neste post quais tratamentos um esteticista pode fazer em sua profissão. Acompanhe com a gente!

Em abril de 2018 o exercício das profissões ligadas à estética foram regularizadas através da lei nº 13.643 que, além da regularização, também preserva as competências de todos os outros profissionais envolvidos na área, como médicos, dermato funcionais, fisioterapeutas e biomédicos.

Os Técnicos em Estética apenas podem realizar os tratamentos nos pacientes se tiverem formação técnica prévia comprovada ou experiência de no mínimo 3 anos de profissão até a data da publicação da lei mencionada anteriormente.

Por outro lado, os esteticistas e cosmetólogos são os graduados em nível superior em instituições conhecidas e regulares de ensino em nível nacional. No caso de instituição estrangeira ou profissionais estrangeiros, é necessário ter reconhecimento do Ministério da Educação do Brasil, assim como é preciso que o diploma seja revalidado no Brasil.

O profissional de estética trabalha com procedimentos relacionados ao bem-estar e auto estima de seus clientes. Dentre os procedimentos que um esteticista pode realizar destacamos neste post alguns dos principais:

  • Podologia: cuidado da saúde dos pés. Prevenir e tratar lesões é o que faz o profissional responsável, além de aconselhar sobre os cuidados preventivos que precisam ser feitos, desde coisas simples até o tipo de calçado usar para cuidar dos pés até mesmo como cortar as unhas e qual creme e medicamento utilizar quando necessário.

  • Massagem

  • Peeling superficial: o peeling superficial no rosto atinge apenas a camada mais externa da pele, chamada de epiderme, sem chegar até a camada intermediária (chamada derme).

  • Micropuntura: esse procedimento tem como finalidade estimular a produção de colágeno para que, assim, melhore as estrias. O sucesso desse procedimento depende de outros fatores como, por exemplo, em que aspecto se encontra a pele do paciente, a idade e se a pele está bem cuidada e hidratada.

  • Micropigmentação: implante de pigmento na pele. Geralmente é feito em falhas na região dos olhos, sobrancelha e boca.

  • Depilação a laser

  • Drenagem linfática: técnica de massagem para estimular o sistema linfático do paciente e eliminar o excesso de fluidos pelo corpo.

  • Vacuoterapia: muito procurado no combate à gordura localizada e celulite. O equipamento utilizado realiza uma sucção que descola a pele do músculo para que, assim, remova contraturas e possa melhorar a circulação linfática.

  • Carboxiterapia: infusão de gás carbônico por injeções (via subcutânea) com o intuito estético de dilatar os vasos sanguíneos e estimular a formação de novos vasos e melhorar a oxigenação da região.

  • Tratamento de estrias

  • Tratamentos faciais

  • Criolipólise: rompimento de gorduras ao serem estimuladas pelo equipamento utilizado. Elimina a gordura do local e é eliminada por vias normais como urina e sudorese numa média de 60 dias após o procedimento.

  • Dermo pigmentação: age na camada mais fina da derme. Conhecida também como maquiagem permanente é como uma tatuagem para produzir padrões semelhantes a uma maquiagem. Feita no rosto, geralmente nos lábios e sobrancelhas.

  • Limpeza de pele

 

No momento de escolher por algum procedimento estético, fique atento, pois é possível que mais de um profissional possa realizá-lo. Muitas vezes o mesmo procedimento pode ser feito por um dermatologista ou por um esteticista. Daí pode surgir a dúvida de qual profissional procurar.

O dermatologista é o médico especialista em diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças da pele, cabelos, unhas, mucosas e pelos. Além de ter estudado todo o corpo humano, este profissional é capacitado também para trabalhar auxiliando o paciente a manter a beleza da sua pele e solucionar problemas como cravos, espinhas e alergias.

Doenças mais sérias como câncer de pele, psoríase e vitiligo também podem ser tratadas com esse profissional da saúde.

O esteticista também está inserido no mundo de cuidados com a beleza e auto estima das pessoas, assim como também pode trabalhar com problemas de pele de seus clientes, podendo então realizar tratamentos visando a melhoria tanto da textura quanto da aparência do rosto e corpo dos pacientes.

Um esteticista não estuda tão a fundo sobre o corpo humano quanto um dermatologista, mas estuda o suficiente sobre o funcionamento do organismo humano, entendendo assim sobre o processo de envelhecimento do nosso corpo, assim como também recuperação de lesões da pele.

Trata-se de um profissional devidamente habilitado para cuidar não apenas de prevenção de rugas e acne, mas também ajuda bastante os profissionais da saúde em tratamentos pós-cirúrgico, visando sempre o bem estar e auto estima do paciente.

Para auxiliar na decisão de qual profissional procurar, tenha em mente a gravidade do tratamento necessário e qual o procedimento estético desejado.

É preciso procurar um dermatologista quando houver algum sinal de alteração na cor da pele, caroço, acne acompanhada de dores, inchaço, ferida ou até mesmo alguma erupção com sangramento.

A busca por esteticista acontece para tratamentos mais superficiais como, por exemplo, limpeza de pele, melhoria na aparência da pele, cravos e acnes leves, tratar linhas de expressão, peeling, entre outros.

Além disso, é possível fazer uma combinação do cuidado destes dois tipos de profissionais: dermatologistas e esteticistas, pois ambos são especialistas em cuidados com a pele e podem te ajudar bastante trabalhando em conjunto nos seus tratamentos!

 

Desta forma notamos que não é necessariamente preciso escolher apenas um, mas sim vai depender de fato do que você precisa tratar. Frequentemente acontece do paciente ir ao dermatologista na busca pelo diagnóstico de algo e realizar o tratamento com a ajuda de um esteticista. Interessante, né?

Lembre-se sempre que ainda mais importante que tratar algo com dermatologistas ou esteticistas, é importantíssimo se prevenir. O cuidado com a pele precisa ser preventivo para que ela se mantenha sempre saudável, iluminada e viçosa por muitos e muitos anos.

Visite seu dermatologista e esteticista sempre que puder, para que eles te auxiliem nos cuidados preventivos que precisam ser tomados, bem como os tratamentos adequados em cada caso.

Esse foi o nosso conteúdo de hoje. E lembre-se que o NeritClin, o sistema de gestão de clínicas de estética mais completo do mercado, pode te ajudar desde o início das atividades da sua empresa. 

Você pode pedir uma demonstração gratuita para um de nossos especialistas e, assim, entender melhor as vantagens da nossa plataforma.

Para não perder nada do que a gente escreve por aqui, assine a newsletter e acompanhe as nossas redes sociais. Até a próxima! :)

 

Lívia Nogueira

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar